Página Inicial | TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018
Postada por: Jr Lopes dia 01/08/2018
Contrato entre Verdão e Luiz Felipe Scolari tem multa de um salário
Compartilhar Notícia
Felipão durante a sua passagem pelo futebol chinês. Ele volta ao Palmeiras nesta semana (Foto: Reprodução)


Palmeiras e Luiz Felipe Scolari acertaram contrato até o fim de 2020, mas a multa rescisória, para ambas as partes, é equivalente apenas a um mês de salário do treinador. Depois de um rápido acerto na última quinta (26/07), ele é esperado em São Paulo para ser apresentado.

 

Este valor foi um dos pontos de maior negociação. Felipão a princípio queria que o vínculo não tivesse nenhuma multa: se alguma das partes estivesse insatisfeita, precisaria apenas rescindir, sem necessidade de pagar algo mais. O clube, contudo, explicou que por uma norma interna precisaria colocar uma multa - definiu-se, então a quantia de um salário.

 

O contrato de dois anos e meio foi também um pedido do treinador à diretoria do Verdão, por gostar de fazer trabalhos longos. Este prazo não é comum, pois no fim do ano Maurício Galiotte precisa concorrer à reeleição. O atual presidente, contudo, é o favorito à reeleição; mesmo que em um cenário extremo ele não permaneça e seu sucessor deseje mudar o comando, a multa não será um transtorno.

 

A nova comissão técnica já iniciou os trabalhos na Academia de Futebol, e o auxiliar Paulo Turra treinará o Verdão no jogo desta quinta-feira, contra o Bahia, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Carlos Pracidelli, o outro auxiliar de Scolari, tem participado das atividades, assim como Andrey Lopes, auxiliar da comissão técnica fixa do clube.

 

Felipão está em Portugal e a data de sua chegada ao Brasil não foi confirmada nem pelo Palmeiras, nem por pessoas próximas a ele. A expectativa é de que ele esteja em São Paulo até o fim da semana, para acompanhar a delegação em Minas Gerais no confronto de domingo (05/08), contra o América-MG, pelo Brasileirão. 

 

Depois de anunciá-lo, o Verdão contratou mais um zagueiro: Gustavo Gómez, emprestado por um ano pelo Milan (ITA). O reforço não tem necessariamente relação com a chegada de Scolari, já que estava no radar alviverde desde o início da temporada. O novo técnico, inclusive, ainda nem chegou a tratar com a diretoria sobre possíveis novas aquisições.


Fonte: Lancenet







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados