Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 13 DE AGOSTO DE 2020
Postada por: Jr Lopes dia 24/10/2019
Acusado de matar a ex-mulher em MS após dizer que a amava vai a júri popular
Compartilhar Notícia

O rapaz acusado de matar a ex- mulher por não aceitar a separação e após dizer que a amava, em 22 de maio de 2016, em Bataguassu, vai a júri popular no dia 7 de novembro. Conforme publicação do Diário da Justiça desta quinta-feira (25), o julgamento está marcado para começar as 8h30 e testemunhas serão ouvidas em plenário.

 

O acusado tinha 22 anos e a vítima 21 quando o crime aconteceu. O processo foi suspenso em 2017 porque a defesa dele impetrou recurso e voltou a tramitar neste ano, com pedidos negados pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

 

O rapaz responde por feminicídio com recurso que dificultou a defesa da vítima e motivo torpe. Ele foi preso logo depois do crime em Santa Rita do Pardo, continua na cadeia e a faca usada por ele para matar a ex foi apreendida.

 

Crime

Vítima e acusado tiveram relacionamento por quatro anos. Neste período, segundo consta no processo, a jovem foi agredida várias vezes e o réu costuma chegar em casa alcoolizado e por vezes se envolveu com outras mulheres.

 

A jovem então o denunciou, se separou e na noite do dia 22 de maio, foi abordada quatro vezes pelo ex, que pedia que ela voltasse e dizia que a amava. Ela estava com um primo e com uma sobrinha.

 

Na última abordagem, o réu segurou a vítima pelo braço, ela avisou que chamaria a polícia e quando tentou pegar o celular para fazer a ligação, foi impedida por ele. Ela então entregou o telefone à sobrinha ligar e antes que ela discasse, o acusado tirou uma faca da cintura, atingiu o peito dela e fugiu.


Fonte: TV Morena







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados