Página Inicial | QUINTA-FEIRA, 27 DE FEVEREIRO DE 2020
Postada por: Andrey Vieira dia 19/08/2009
PRE apreende dupla com maconha na MS-156
Compartilhar Notícia
Segundo a Polícia Militar Rodoviária Estadual ao ser presa a dupla teria relatado que desconhecia a existência do fundo falso com a droga


Durante barreira montada no quilômetro 10 da rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Caarapó, policiais rodoviários estaduais lotados na base operacional de Amambai realizaram a apreensão de 36 quilos de maconha e a prisão de dois cuiabanos acusados de transportar a droga.

A abordagem ao veículo Saveiro de cor branca, placas BRN 7729 de Várzea Grande-MT, que era conduzido por Thiago Santos de Souza, de 22 anos, que tinha como carona José Nepomucana de Oliveira, de 48 anos, ambos moradores em Cuiabá, capital do Mato Grosso. A prisão aconteceu no início da madrugada dessa segunda-feira (17).

De acordo com a PRE ao serem abordados, os ocupantes do veículo disseram que prestavam serviços para um frigorífico instalado na cidade de Caarapó e estariam retornando de uma fazenda na região de Paranhos, na fronteira com o Paraguai, onde teriam efetuado serviços e seguiriam em direção a sua cidade de origem, Cuiabá no Mato Grosso.

Desconfiados, os policiais passaram a vistoriar o veículo, vindo a encontrar a maconha, que estava dividida em tabletes e escondida em fundos falsos, os chamados “mocós”, no interior do carro.

Diante da descoberta os policiais deram voz de prisão aos dois acusados, que foram conduzidos, juntamente com o veículo e com a droga que transportavam, para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai para serem autuados em flagrante por tráfico de drogas.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária Estadual ao ser presa a dupla teria relatado que desconhecia a existência do fundo falso com a droga no veículo. Após serem autuados em flagrante pelo delegado, Dr. Marcius Geraldo Cordeiro, Thiago de Souza e José Nepomucana foram levados para o Epam (Estabelecimento Penal de Amambai) onde permanecerão presos à disposição da Justiça.


Fonte: Gazeta News







Naviraí Diário | Todos os Direitos Reservados